quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Desígnio

O livre arbítrio e a traiçoeira da "escolha". Num mundo de tanta tecnologia como esse o nosso, bem que poderíamos ter um "preview" de como seria a vida a partir de cada escolha que fizéssemos. Se bem que podemos deduzir, mas nossa mente tende a enxergar com mais clareza nossa mais profunda vontade, a dúvida é apenas insegurança no desconhecido. Nesse ultimo ano que não escrevo, fui incessantemente testado e posto a prova no requisito "escolha", e cá pra nós, o ciclo da vida não existiria se essas não fossem feitas, seriamos apenas uma planta. Dito, podemos tirar conclusões bem previsíveis da nossa breve passagem na terra: Ter opiniões é estar vendido a si mesmo. Não ter opiniões é existir, portanto, na dúvida não ultrapasse, mas não pare bruscamente porque alguém que está próximo a você pode colidir e te arremessar, se for pra frente, bom.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

O som do S

Imagina se não existisse a letra “s“ no alfabeto. A vida seria imcompleta e sem plural. Se estiver alguém lendo e achando sem sentido, que bom. Eu não sou o único. Estou de vida nova, sou outra pessoa e pra eu estar aqui escrevendo é porque mais uma vez eu não quis falar com ninguém. Estou tentando me tornar um ser humano otimista o que, pelo menos pra mim, está sendo uma tarefa muito difícil. Então vamos lá, vou colocar, como se pode ter uma casa nova e se sentir sem um lar? como pode sentir-se uma pessoa melhor no relacionamento à dois, se nunca ouviu um pedido de desculpa por nenhum motivo? e quando essa pessoa se acha perfeita? é fácil ver sua mãe sonhar com uma família feliz sabendo que dificilmente isso acontecerá? ah, é fácil sim porque eu “tenho“ saúde e blá blá blá. Bem, um dia me disseram que quem tem um bom lar tem tudo, deve ser. Hoje eu só queria ver minha mãesinha feliz e sem chorar toda vez que me vê. É muito estranho se sentir estranho em todo lugar, e eu não quero que isso dure muito. Boa Noite.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Eu estou começando a achar que todo mundo está feliz.
como pode? --'

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Tarja preta


Como se não tivesse escolha! Chega a ser engraçado. Tem um momento, sempre tem um momento de: -Eu posso resistir! Eu não sei quando foi seu momento, mas eu sei que ele existiu. Nossos objetivos e nossos princípios, acho que nunca foram os mesmos. Agora na posição de expectador, é, as vezes, fácil ver coisas que você parece gostar e eu escancaro odiar, isso agora me esclarece alguns preceitos que, de certa forma eu sempre os tive, só não os aceitava tentando, talvez, mascarar aquilo que no fundo eu presentia que não daria certo, não por mim. Eu sei que final feliz só em conto de fadas e amor só em novela e livro, nada disso existe na vida real. Será que eu tô assistindo muita novela? Dizem que é crendo, que se faz fato. Quero não.

Desencana homem, tá avisado.



Aaah, isso não é um post triste. =)

Eu nunca consigo postar, porque tudo que eu escrevo acho ou feio ou idiota. Mas eu vou conseguir.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Eu, gente grande

Gente grande? Existem aqueles quase "gente grande", seriedade no rosto, compromissos e responsalidades sempre nas mãos mesmos que eles não existam...Porém tem aqueles que tem seus quase 18 e mesmo sabendo que não é verdade se julga grande, porque ele acredita saber lidar com as siuações díficies, com o amor, com o ódio.Acredita-se que esses sejam os que mais sofrem, pois a mentira da aparência do que não são, os tornam muitas vezes "nojentinhos" ou alguns adjetivos do tipo.

Não é máscara.
Nem falsidade.
Muito menos Náusea.

Apenas é o modo como enxergam o mundo e o peso exato de tudo que se existe. Mas acalmem-se...eles não vão lhes matar, pelo contrário, precisam sempre de você por perto, do calor de sua respiração, já que são os que mais sofrem... logo,são os que mais amam.

Seja "Gente grande" enquanto der.
Nínguem disse que seria fácil.