quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Desígnio

O livre arbítrio e a traiçoeira da "escolha". Num mundo de tanta tecnologia como esse o nosso, bem que poderíamos ter um "preview" de como seria a vida a partir de cada escolha que fizéssemos. Se bem que podemos deduzir, mas nossa mente tende a enxergar com mais clareza nossa mais profunda vontade, a dúvida é apenas insegurança no desconhecido. Nesse ultimo ano que não escrevo, fui incessantemente testado e posto a prova no requisito "escolha", e cá pra nós, o ciclo da vida não existiria se essas não fossem feitas, seriamos apenas uma planta. Dito, podemos tirar conclusões bem previsíveis da nossa breve passagem na terra: Ter opiniões é estar vendido a si mesmo. Não ter opiniões é existir, portanto, na dúvida não ultrapasse, mas não pare bruscamente porque alguém que está próximo a você pode colidir e te arremessar, se for pra frente, bom.

Nenhum comentário: